Um descanso na folia: Suburbana e seus amores

O período de Carnaval já passou (apesar de ainda haver desfiles de escolas de samba em algumas cidades), mas nós da União da Escola de Samba de Maquete (UESM) nesse período de reclusão voluntária como combate ao Covid-19 (Corona Virus), resolvemos criar um convite a vocês, nossos leitores a ficar em casa curtindo a nossa liga. Trata-se na nossa nova coluna “Um Cinema, um descanso e um desfile”, em que os presidentes criam as suas listas favorita para mostrar os desfiles que já passaram na UESM.  Vamos conferir?

O nosso terceiro convidado da coluna é o presidente da Independente Suburbana Thiago Laurentino que participa da UESM desde 2016 como carnavalesco e pelo seu segundo ano está com a sua própria agremiação. De malas prontas para a sua estréia no Grupo Especial da UESM, listou os seus três desfiles históricos e emocionantes.

Trevas: a Villa Rica Chegou!

O primeiro desfile escolhido foi o desfile da GRESM Unidos de Villa Rica em 2015 . Escola que era situada em São Paulo – SP, desfilou em 2014 como convidada, passando a disputar em 2015. A verde e rosa paulistana trouxe para a criação do mundo a partir da teoria do Big Bang. A escolha do desfile embalado pelo Samba do primeiro campeonato da Unidos do Viradouro em 1997, segundo Thiago se deu pelo fato de ser o primeiro desfile de maquete que ele assistiu, por acaso, no YouTube, muito antes de sonhar que, um dia, participaria desse projeto

Vamos conferir como foi o desfile da Unidos de Villa Rica 2015

Exatraordinária e Simples: Barões da Pedra

O segundo desfile escolhido pelo presidente da Suburbana foi outra apresentação de 2015. Dessa vez de outra co-irmã que não está mais filiada a liga. A preto e prata de Maricá ( que teve seu desfile de 2014 lembrado pela Estrela Imperial) trouxe o que classificamos como o primeiro enredo afro da UESM. A Barões da Pedra, em 2015, trouxe o samba da Acadêmicos do Cubango de 2014 para os desfiles e foi escolhida pelo Laurentino graças a  ser “um dos desfiles mais bonitos da UESM. Ele encanta pelo bom gosto, “simplicidade” (no sentido de clareza e limpeza visual) e técnica. Não por acaso, foi a primeira bicampeã da Liga!”.

Agora, para vocês, o desfile da Barões da Pedra em 2015.

Uma Louca Bahia: Mocidade Louca de Pilares

O ultimo desfile escolhido pelo presidente da Independente Suburbana foi o ultimo desfile do presidente como carnavalesco da Mocidade Louca de Pilares (função que exerceu de 2016 a 2018) Escolher o desfile de 2018 da Mocidade Louca de Pilares se deu graças ao fato de ser “seu último trabalho na escola de Pilares. Um enredo delicioso de desenvolver e pesquisar. O pré-carnaval mais feliz que já tive na Maquete.” A agremiação de Pilares mostrou que os diversos olhares sobre a Bahia, embalados pelo samba da Imperatriz Leopoldinense de 1980. A agremiação mostra porque a Bahia é de todos os deuses.

Agora, para vocês, o desfile da Mocidade Louca de PIlares  em  2018.

E ai, gostaram da nossa lista? Quer participar? Envie para gente as suas sugestões. Quem sabe não entra aqui na nossa lista.

Saiba mais sobre o Carnaval de Maquete da UESM

Página oficial

Facebook

Youtube

Instagram

*em colaboração voluntária ao SRZD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *