CARNAVAL DE MAQUETE


                   

   

Grêmio Recreativo Escola de Samba de Maquete

Acadêmicos de Aparecida


CHICO MENDES - O ARAUTO DA FLORESTA


Carnavalesco : Evaristo Anderson
Samba utilizado(Escola/Ano) : Lins Imperial 1991
Interpréte : Celino Dias

SINOPSE


Autor(es) : Evaristo Anderson

academicos de aparecida 2018


*Sinopse de Enredo*

*"CHICO MENDES - O ARAUTO DA FLORESTA"*


-Hoje a G.R.E.S.Academicos de Aparecida vai fazer uma linda homenagem ao Seringueiro e defensor da Amazonia, Francisco Alves Mendes Filho Ou simplesmente "Chico Mendes". Um Lider, mais de uma infancia humilde como muitos conterraneos da regiao Norte naquela epoca, ainda pequeno se tornou Seringueiro e participante de varias fundacoes de associacoes em defesa dos direitos do povo como o sindicatos dos trabalhadores rurais de Brasileia e Xapuri e do Partido dos Trabalhadores do Acre e Conselho Nacional dos Seringueiros e na formulacao da proposta das reservas extrativistas. Apesar de ter aprendido a ler e escrever apenas aos 24 Anos Chico tinha uma grande lideranca e facilidade na comunicacao entre grandes fazendeiros e trabalhadores rurais. Chico foi muito importante tambem na criacao do "Empate entre Fazendeiros" (um movimento pacifico que reunia Seringueiros, Trabalhadores Rurais,Indios e Pescadores, Desarmardos com suas Esposas e filhos para abraçar a floresta a fim de impedir a derrubada de Arvores e desmatamento por peões de Fazendeiros e empresarios gananciosos). Chico teve apoio internacional para a luta dos Seringueiros e Povos da Amazonia.

1° Setor: "Amazonia, Que Verde Encantador"

Encantadora!! floresta de fauna e flora brilhante, que reluz o coracao dos apaixonados pela natureza. A maior floresta do mundo rica em cores com mais de 30 mil especies de plantas diferentes..sua riquesa e brilho ira levar o primeiro setor de nossa escola.

"Amazonia que verde encantador,fauna tao linda um verdadeiro festival de cor. Terra rica em frutos e pesca, Chico foi o mensageiro em defesa da floresta".

2° Setor: "Chico, mensageiro em defesa da floresta"

Franscisco Alves Mendes Filho, seringueiro desde criança teve a vida dedicada as lutas de um povo amazonico, lutou pela preservacao da mata com a ambiçao de nunca deixar o invasor vencer. Chico se dedicou a lutar contra grandes empresarios e fazendeiros que por dinheiro desmatavam nossa rica floresta sem ter notavel noção da destruição nacional e mundial que causariam tanta ignorancia, invasores adentravam a floresta com suas maquinas para matar o nosso coração A Amazonia, eis entao que surge um menino guerreiro que com sua força de vontade ajuda a erguer em 1977 o sindicato dos trabalhadores rurais de Xupuri. Sendo tambem eleito vereador pelo (MDB) Movimento Democratico Brasileiro. Ja em 1979, liderado por Chico Mendes aconteceu um grande forum entre as lideranças sindicais, populares e religiosas da regiao na Camara de Xupuri, evento esse que trouxe muitas desavenças por parte de seus inimigos vindo ele "Chico" a sofrer fortes ameaças a sua vida, Chico por sua vez nao desistiu, continuou sua luta em 1980 juntamente com o futuro presidente Luiz Inacio Lula da Silva fundou o Partido dos trabalhadores (PT) no estado do Acre. Mesmo oprimido pelos policiais da epoca que interrompiam seus comicios a mando de fazendeiros e efetuavam prisoes para atrapalhar a concientização dos trabalhadores sobre seus direitos. Em 1985 o conselho nacional dos seringueiros conseguem um grande encontro em Brasilia que contou com a presenças de estrangeiros assim tentando consientizar cada vez mais que o desmatamento nao era bom para ninguem. Em 1987 Chico e os Sindicalistas conseguem a visita de integrantes da ONU que viram de perto a luta entre Fazendeiros e defensores da Amazonia no mesmo ano Chico e os Sindicalistas foram a reuniao do (BID) em Miami. Nessa mesma reuniao os grandes Bancos vendo o grande estrago que poderia ser feito se continua-se a financiar asfaltamento da estrada para urbanizaçao daquele local, Resolveram Suapender qualquer tipo de finança para regiao. Com isso Chico conquistava mais uma grande vitoria e foi reconhecido mundialmente com o Premio Global 500 das Naçoes Unidas em Londres. No ano seguinte Chico conseguiria suspender mais uma finança do Banco Interamericano para construção de uma rodovia no Acre, segundo ele isso poderia acarrentar uma destruição em massa na floresta Amazonica e um atentado aos Indios e Seringueiros. Em 1988 Chico aos 44 anos obteve muitas ameaças graças as suas lutas e conquistas, foi entao que em 22 de Dezembro de 1988 Chico foi assasinado em sua casa na cidade de Xupuri. A triste partida de um guerreiro que deixou saudades em todos o choro dos passaros em forma de um triste canto e o calar daquela triste noite ficara pra sempre nos coraçoes dos lutadores pela defesa da Amazonia.

3° Setor: "Os invasores por ambição. Calaram Chico!!! Dando sequencia a destruição"

Tribos indigenas entao começam a caça ao destruidor, a forte espada do guerreiro que mira no coração do desmatador se junta ao bravo canto dos passaros para pedir mais paz e amor, pedir compreenção nessa luta que nunca vai ter fim. A fauna e a flora clamam por salvaçao, pelo sonho de Chico, por um momento que as maquinas do invasor se calem e dê voz ao som da floresta para que o coraçao do Brasil bata cada vez mais alto, forte e verde e prove que a luta continua.

4° Setor: "Kararaô, O grito forte do indio ecoou...Kararaô, a natureza inteira despertou!"...

O despertar de uma luta que hoje nossa escola presta homenagem para provar que todos nos aprendemos com as lutas de Chico Mendes e que nada foi em vão, O seu ensinamento nos deixou sabendo que podemos SIM lutar pelo que queremos.O indio aprendeu a lutar pelos seus direitos e buscar ser ouvido e defender seus ideais...O verdadeiro dono da terra quem nasceu e vive ate hoje em areas florestais. Chico sua luta nao sera esquecida Indios e a Natureza inteira despertam em sua homengem e em defesa de seus direitos para clamar por Paz!!


5° Setor: "Voa passaro da Paz, voa livre vai mostrar....Que essa area verde existe para o mundo respirar"....

E Voa o passaro da paz, em meio a destruição e opressores o Passaro voa e leva a mensagem de Chico Mendes Mostrando ao Brasil e ao mundo que somos capazes de mudar. Hoje a amazonia continua sendo o pulmao do mundo e o coracao do Brasil...sem ela nao temos condicoes de viver. Voa Passaro e traga Chico em suas asas expulsando todo fazendeiro invasor e derrame alegria nessa avenida com essa linda homenagem a Francisco Alves Mendes Filho O "Chico Mendes" e a S.R.E.S Lins Imperial que foi imortalizada e entrou pra historia com esse grandioso enredo. 

"Chico Sua Voz Nunca Se Calará!" 

1944 - 1988



Texto de: Anderson Evaristo (Evaristo JR) baseado em informacoes do enredo oficial da S.R.E.S. Lins Imperial e Historia de vida de Francisco Alves Mendes Filho (Chico Mendes)

Escute o Samba

Compositor: João Banana, Serjão, Jorge Paulo E Tuca
"Chico Mendes, O Arauto Da Natureza"

Quanta maldade é ver
O homem destruir
O que hoje encanta (bis)
A Sapucaí

Amazônia
Que verde encantador
Fauna tão linda
Um verdadeiro festival de cor
Terra rica em frutos e pesca
Chico foi o mensageiro (bis)
Em defesa da floresta

Os invasores, por ambição
Calaram Chico
Dando seqüência à destruição

Kararaô
O grito forte do índio ecoou
Kararaô (bis)
A natureza inteira despertou

Voa pássaro da paz
Voa livre e vai mostrar (mostrar, mostrar)
Que essa área verde existe
Para o mundo respirar, lá, lá, laiá
Para o mundo respirar