CARNAVAL DE MAQUETE


                   

   

Grêmio Recreativo Escola de Samba de Maquete

Beija Flor de Campinas


A Beija Flor é Guarani, sete povos na fé ou na dor são as sete missões de amor


Carnavalesco : Pedro Yvo da Silva Nascimento
Samba utilizado(Escola/Ano) : Beja Flor de Nilópolis 2005
Interpréte : Neguinho da Beija Flor

SINOPSE


Autor(es) : Pedro Yvo

Image and video hosting by TinyPic



Autor: AUTORIA DE Pedro Yvo e colaboração de ideias de Lukas Schultheiss
Enredo: "A Beija Flor é Guarani, sete povos na fé ou na dor são as sete missões de amor"
SINOPSE -
Como um clarão de esperança que surge do mais infinito além para trazer a esperança para a mais brava Reforma que a Igreja Católica sofria nos meados do século XVII, foi fundada pela Coroa Espanhola, uma Missão Jesuítica para trazer o cristianismo para o Novo Mundo e assim catequizar e civilizar os primitivos da terra.
Na América do Sul, uma terra de muitas riquezas de fauna e flora e dominada de seus primitivos índios Guaranis, as Missões Jesuíticas se estabeleceram em territórios que hoje pertencem ao Brasil, Argentina e Paraguai. Em nosso país, estiveram presentes nos municípios de Santo ngelo, São Borges, São Luiz Gonzaga, São Miguel, São Nicolau, São João Batista e São Lourenço, todos no Estado do Rio Grande do Sul e constituíram-se nos séculos XVII e XVIII sobre o domínio da poderosa Coroa Espanhola.
Inclusive os nomes destes municípios estão ligados a Redução Cristã existente no local. Os jesuítas não pretendiam transformar os guaranis em “europeus”. Eles levaram o Cristianismo, que foi abraçado pelos índios, mas, de uma forma geral, através de música, teatro e dança, mas toda a cultura guarani foi preservada, inclusive com a manutenção dos caciques e da língua guarani.
Apenas os hábitos guaranis que se contrapunham ao Cristianismo, como a poligamia ou o canibalismo foram proibidos. Por isso, diz-se que a invasão e colonização de territórios pelos espanhóis por meio das Missões Jesuíticas foi fundamental para o desenvolvimento do tropeirismo no sul do Brasil e a proteção dos Guaranis.
A cruz missioneira foi trazida pelos padres jesuítas para as terras da América e foi esculpida pelos índios em uma pedra de aramito. E a prosperidade e grande número de índios nas Reduções despertou a ambição dos bandeirantes, que atacavam e varriam o território gaúcho como um grandioso vento cortando as terras dos pampas, em busca de mão de obra escrava indígena para trabalhar no pasto e nas lavouras.
As missões começaram a se acabar com um “Tratado de Traição”, feito por Portugal e Espanha, que queriam dividir as terras. Os índios não aceitaram este acordo e organizaram uma resistência contra os soldados portugueses e espanhóis.
O índio Sepé Tiaraju, morto ao preparar uma emboscada para seus inimigos, é hoje conhecido como o Herói da Resistência. Mas, como era previsto, os índios não tinham condições de lutar contra os soldados, o que causou um verdadeiro genocídio Guarani.
Hoje, as ruínas desta batalha entre índios e soldados são lugar de atração turística. As Ruínas da Redução de São Miguel, fundada em 1687 e que prosperou durante a primeira metade do século XVIII, foram declaradas patrimônio histórico da humanidade em 1983.
Portugal e Espanha ganharam a guerra e dividiram os territórios, mas esta terra continua sendo dos Índios Guaranis, pois, os próprios costumavam a dizer, essa terra tem dono e foi dada por Deus e São Miguel.
E a Beija Flor de Campinas com o espírito destes guerreiros, que lutaram pela sua sobrevivência, vem dizer que o seu sangue também é Guarani, é das sete missões, é de amor.

Escute o Samba

EM NOME DO PAI, DO FILHO
A BEIJA-FLOR É GUARANI
SETE POVOS NA FÉ E NA DOR
SETE MISSÕES DE AMOR

CLAREOU...
ANUNCIANDO UM NOVO DIA
CLAREOU...
ABENÇOADA ESTRELA GUIA
TRAZ DO CÉU A LUZ MENINO
EM MENSAGEM DO DIVINO
UNIR AS RAÇAS PELO AMOR FRATERNIZAR
A COMPANHIA DE JESUS
RESTAURA A FÉ E A PAZ FAZ SEMEAR
OS JESUÍTAS VIERAM DE ALÉM MAR
COM A FORÇA DA FÉ CATEQUIZAR... E CIVILIZAR

NA LIBERDADE DOS CAMPOS E ALDEIAS
EM LUA CHEIA, CANTA E DANÇA O GUARANI
COM TUBICHÁ E O FEITIÇO DE CRUÉ
NA “YVY MARAEY” AIÊ...POVO DE FÉ

SURGIU
NAS MÃOS DA REDUÇÃO A EVOLUÇÃO
OÁSIS PARA A VIDA EM COMUNHÃO
O PARAÍSO
SANTUÁRIO DE RIQUEZAS NATURAIS
ONDE ERGUERAM MONUMENTOS
IMENSAS CATEDRAIS
MAS A GANÂNCIA
ALIMENTADA NOS PALÁCIOS DE MADRI
COM O TRATADO ASSINADO
A TRAIÇÃO ESTAVA ALI
OH, PAI, OLHAI POR NÓS!
OUVI A VOZ DESSE MISSIONEIRO
O VENTO CORTANDO OS PAMPAS
BORDANDO A ESPERANÇA
NESSE RINCÃO BRASILEIRO

EM NOME DO PAI, DO FILHO
A BEIJA-FLOR É GUARANI
SETE POVOS NA FÉ E NA DOR
SETE MISSÕES DE AMOR