CARNAVAL DE MAQUETE
U E S M

G.R.E.S.M.

Mocidade Unida MASF


Estrela de luz que me conduz. 60 anos de Mocidade


Carnavalesco : Comissão de Carnaval
Samba utilizado(Escola/Ano) : Unidos de Bangu / 2016
Interpréte : Marcelo Rodrigues

SINOPSE


Autor(es) : Marco Antonio (sinopse)

Image and video hosting by TinyPic


Este ano a Mocidade Unida MASF, irá homenagear a Mocidade Independente de Padre Miguel que faz 60 anos de vida, e iremos cobrir a avenida de verde branco com esse grande brilho da grande estrela guerreira que é a Padre Miguel

Fundada em 10 de novembro de 1955 por Sílvio Trindade, Renato da Silva, Djalma Rosa, Olímpio Bonifácio (Bronquinha), Ary de Lima, Jorge Avelino da Silva , Orozimbo de Oliveira (Seu Orozimbo), Garibaldi F. Lima, Felipe de Souza (Pavão), José Pereira da Silva e Alfredo Briggs, a partir de um time de futebol amador da época, o Independente Futebol Clube. Mas cresceu após os anos 70, quando passou a ser patrocinada pelo bicheiro Castor de Andrade, seu grande torcedor.

Em 1985 Fernando Pinto, deu à escola o título de 1985, com "Ziriguidum 2001". Nesse carnaval, a Mocidade entraria na Avenida com um enredo futurista, projetando o carnaval do próximo século.

Na década de 90, a Mocidade passaria ao comando de Renato Lage, que consagrou a escola em três anos: em 1990, contando sua própria história ("Vira Virou, a Mocidade Chegou"); em 1991, falando sobre a água ("Chuê, Chuá... As Águas Vão Rolar"); e em 1996, com um enredo sobre a relação entre o homem e Deus ("Criador e Criatura").

E iremos finalizar com uma grande festa de verde e branco na avenida.

Com essas grandes vitórias de desfiles maravilhosos, vamos descrever na avenida um pouco dessa grande escola de Samba que faz parte da história do Carnaval do Rio de Janeiro


Escute o Samba