CARNAVAL DE MAQUETE
U E S M

G.R.E.S.M

Imperatriz da Alegria


Adoração um ensino de fé e devoção, Um grito de liberdade a todas as religiões


Carnavalesco : Márcio Ronald Gomes da Silva Júnior
Samba utilizado(Escola/Ano) : Mocidade Alegre 2014
Interpréte : Quinho

SINOPSE


Autor(es) : Márcio Ronald


                                          Adoração um ensino de fé e devoção,

                                      Um grito de liberdade a todas as religiões

 

Autor: Márcio Ronald

 

      No país de tamanha e vasta diversidade de religiões, buscou-se  algumas  destas diversidades que no grito de liberdade  encontrarão  a igualdade entre si para sentar-se  a mesa para com o vinho e o pão poder haver  então  entre si uma comunhão.             

      O amor é o fruto da fé, e devemos nos alimentar deste fruto a inteira pois o amor ao próximo  pode nos fazer obter  a salvação, que por sua vez, é  divina. Pois  a má utilização desde ou a falta pode levar a degradação .

      Através da  minha imagem peço intercessão, ergo minha imagem em procissão em romaria me junto a multidão de fies em busca de paz e mais amor no coração. E assim como um dia um pescador  encontrou a imagem de nossa senhora de aparecida e demonstrou fé  a ela ,eu demonstro também minha fé  pois tudo isso tem um significado de devoção.

      Sou cristão e devoto  assim como o pierrô é da folia, e toda quarta-feira de cinzas guarda sua fantasia e em sinal de rendição vai a igreja pedir perdão pois sou humano e cheio de pecados . E a minha primeira  reza vai ao meu anjo da Guarda para que ele me interceda a Cristo e leve com ele o meu pedido de perdão pois só com este encontrarei sua benção, a tal benção que por sua vez é  concedida a todos que nele tem fé.

      A vela com sua  luz cristalina me faz chegar a um clima divino e poderoso na hora da oração pois a ela a maioria das religiões buscam em sinal de fé a suas intercessões .

      Sou também umbandistas  e candomblecista, dos orixás peço proteção, sou mandingueiros  e com arruda eu benzo e com ervas eu curo pois tenho fé e ela não costuma a falhar. Minha pomba gira e meu exu me ensinam como caminhar e em troca vos ofereço oferenda a ele se aos orixás.

      Os  índios me ensinam através de seus mistérios e místicos  rituais que devemos louvar e cuidar também a natureza e proteger os animais, como também são uma das principais criações de Deus nosso pai , pois ela é a nossa mãe e é dela que nós vivemos.

      Com a globalização veio de outros povos outras mais religiões, sendo religioso ergo  minha Bandeira da diversidade e com ela grito por liberdade a todas as religiões, pois minha região de verdade é o carnaval pois sou malandro e todo ano ergo também minha devoção, peço também a São Jorge o padroeiro da minha escola de coração, que não separa  mas una todas para cantar mais um samba  de fé e devoção! O Brasil que eu quero é um país onde a intolerância deixe de existir e que possamos ser sempre irmãos em comunhão na fé, que nossa senhora, oxalá eo tupã nos acompanhe, graças a deus, e com esse samba digo Amém!!!

 

 

 

 

 

 

 


Escute o Samba

Escola/ Ano: Mocidade Alegre 2014
Compositores:
ANA MARTINS, CHINA DA MORADA, DOUGLAS SABIÉO, MARCIO BUENO, RODRIGUINHO E VICTOR ALVES.                            

Intérprete: IGOR SORRISO

   

 

         MOCIDADE ALEGRE 2014

 

De joelhos eu vou cantar
Tenho fé de verdade, vou além
Na Mocidade, o samba diz amém!

Obrigado meu deus
Pela fé que me guia
Em romaria, na procissão
Acendo velas na caminhada
E fecho os olhos em devoção

Oh pai, conduz teus fiéis a buscar
Na eternidade encontrar, a salvação
Religiosamente acreditar
Não importa a luz que te faz caminhar
Tenha fé que a fé não costuma falhar

Arruda pra benzer, ervas pra curar
Tem reza forte da Maria benzedeira
Firma o batuque no meio desse terreiro
Na crença do mandingueiro
Figa de guiné, patuá

Segue, o cortejo pelas ruas da cidade
Falsas promessas, mercadores de ilusão
Mas tem videntes, cartomantes, ciganas
Destino na palma da mão
No amanhã, o futuro virá
Eu boto fé, tudo vai melhorar
Basta querer, acreditar, tá dentro de você
É o povo abraçado em comunhão
Agradecido chega ao fim a procissão
Brilho nos olhos, alma lavada e paz no coração