Dados da Escola

G.R.E.S.

Arco Íris

FICHA TÉCNICA

Fundação : 2017-02-09
Cores : Vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e vi
Presidente : Eduardo Wagner
Símbolo : Arco íris e cavalo marinho
Email : duducaz@hotmail.com
Facebook : https://www.facebook.com/eduardo.wagner.756
Site : *
Localização : Bairro da Pedreira, Belém - PA
Grupo : A

OUTROS CARNAVAIS

Ano
2017
Grupo
B
Col
2
Enredo
Boo!
Carnavalesco
Eduardo Wagner
Pontos
138,1

Ano
2018
Grupo
A
Col
0
Carnavalesco
Eduardo Wagner
Pontos
0

PREMIAÇÃO


ANO GRUPO CATEGORIA
2017 B MELHOR ESCOLA (Estandarte Virtual)
2017 B MELHOR CONJUNTO (Estandarte Virtual)
2017 B MELHOR EVOLUÇÃO(ESTANDARTE VIRTUAL)
2017 B MELHOR ENREDO(ESTANDARTE VIRTUAL)
2017 B MELHOR FANTASIA(ESTANDARTE VIRTUAL)
2017 B SENSAÇÃODO SAMBA - MELHOR ACABAMENTO
2017 B SENSAÇÃO DO SAMBA - MELHOR ENREDO
2017 B UESM FOLIA - MELHOR ENREDO
2017 B UESM FOLIA - MELHOR FANTASIA
2017 B UESM FOLIA - MELHOR ALEGORIA

Saiba Mais


O Grêmio Recreativo Escola de Samba Arco Íris foi fundado em 09 de fevereiro de 2017 por Eduardo Wagner, professor e carnavalesco em Belém do Pará. É uma escola de samba de maquete, criada para integrar a União das Escolas de Samba de Maquete – UESM. Seu nome, Arco Íris, é uma homenagem à escola de samba de mesmo nome que existiu em Belém durante a década de 1980, representante do populoso bairro do Guamá. Esta escola, além de trazer para a cidade artistas como Joãsinho Trinta, também firmou grandes mestres do carnaval paraense, como os carnavalescos Néder Charone e Bichara Gaby. O Arco Íris promoveu desfiles fabulosos na Avenida Doca de Souza Franco, com alegorias gigantescas e fantasias luxuosas (e marcou uma época em que o carnaval da cidade foi considerado como terceiro melhor do país), travando disputas acirradas com suas rivais: o Acadêmicos da Pedreira, o Império de Samba Quem São Eles e o Rancho Não Posso Me Amofiná – a quarta escola mais antiga do país, fundada em 1934. A Arco Íris de maquete, é sediada no bairro da Pedreira. Possui como símbolos o arco íris, símbolo original da escola real, e o cavalo marinho, um dos animais do orixá Logun Edé – divindade da beleza e das artes na cultura yoruba-nagô. Suas cores são as sete do arco íris. Participa pelo segundo ano do carnaval da UESM, agora concorrendo pelo Grupo de Acesso A.